Share



O que muito hoje a humanidade necessita? Refletir...
Precisa buscar ajuda... Permitir-se intuir...
Encontrar caminhos para si e fazer-se companhia
Apoiar-se em Deus, dar créditos aos seus
Reencontrar-se com a VIDA e a POESIA.

É um convite a pensar, conversar
Meditar com palavras explícitas
Implícitas experiências do Coração
Dar mais um espaço à EMOÇÃO!
"...a POESIA é para comer, senhores..."


12/20/2013

Boas Festas! SEJA FELIZ SEMPRE!


    ...E o ano de 2014 vem chegando... E com ele só prevalecerá o que é puro, sincero e verdadeiro...! Vem chegando um Tempo de um Novo Tempo...  As demais coisas ficarão onde já estão: no limbo, no nada e com destino certo: perdido e sem dimensão... Se assim decidirem,  assim colherão...! 
      Seja feliz... Não só como planos para 2014, mas SEMPRE!  Aqueles que buscam a felicidade, esta será achada... Aqueles que buscarem de todo o coração, pois o caminho já está dentro de cada um de nós...!   
     Sempre é tempo de buscar novo pensar, novas decisões, novas inspirações, novo querer (um bem querer, aquele que faz o bem para si e outros em volta!), o recomeçar (seja em que área for...).  Isso é mais do que um querer, sempre será o real inclinar do nosso ser: Resistir, Sobreviver, Vencer!   
   Que Deus abençoe a todos, bendiga e resplandeça Sua graça sobre cada um, trazendo Renovo, Amor, Luz, Paz...! São os sinceros e profundos desejos do nosso coração!
     BOAS FESTAS! 

     Feliz 2014! Seja Feliz SEMPRE!

     DEUS SEJA LOUVADO HOJE E SEMPRE!


Meditação para guardar no coração...:

"Alguns veem as coisas que são e se perguntam Por quê? Eu sonho com coisas que nunca foram e pergunto: Por que não?."
"As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam". (Bernard Shaw)
"Torne-se como neve derretida, lave-se de si mesmo. Com amor sua voz interior vai encontrar uma língua crescendo como um lírio branco silencioso no coração. O amor eleva nossa alma."
"Quando buscar o amor com todo seu coração, encontrará seu eco no Universo." (Rumi)
------------------------
Fonte Imagens Google Imagens 

O Sagrado em nós...


"O Melhor ainda não foi dito. 
O Melhor está nas entrelinhas...
Está no Olhar, e no Sorriso sagrado
de cada um!" 
(Clarice Lispector - De descalça no divã)


    Sempre quando vejo alguns terem contato com esta assertiva, vejo também o semblante de... espanto. Sim, espanto! Poderia dizer surpresa, mas é algo além... É um misto do que não sabe, pensa que sabe, com o que sabe (sem saber)...  E que não combina com o que outros sabem... Espanto!  Nada pode não combinar com nada, mas ter desconhecimento de algo não faz este algo inexistente...

     Independente de ser ou não uma máxima verdadeira para alguns, ou uma ilusão, para outros, a verdade é que o espanto que causa, é muito significativo, motivo de outra reflexão também, tanto quanto este pensamento diz.  O espanto vem do desconhecido, vem do que não se sabe, do que ainda não se é... E, desde sempre, tem sido ensinado que 'o sagrado, o mais importante' é O que se Tem, o que se conquista.  Mas isso não é sagrado, isso é o fruto do trabalho (ou deveria ser!), e o fruto do que se quer ter!

 Mesmo com todas as conquistas tecnológicas, mercadológicas, financeiras (e por aí vai),  ditas conquistas sagradas, não vemos serem genuinamente poderosas e capazes de modificar um caos, seja interior ou não. O que sana o caos, até mesmo de outro ser, é a verdade, o que é verdadeiro, sincero, profundo, intenso, o comprometimento, o querer o melhor, o que vem do fundo de nossa alma... Estes, sim, são sagrados! Fora disto, o contrário disto, não trazem bem-estar real, só frutos de 'árvores de mesmo tipo'... Pode trazer uma melhoria para uma minoria, traz para uma categoria, mas não para um alguém em si ou para o coletivo realmente: uma cidade, uma nação, por exemplo.   Então, o TER, e o 'poder' que ele pode 'atrair', NÃO é sagrado...  Sagrado não vem do material, sagrado não vem do que se tem... Pode-se ter 'rios de dinheiro, 'rios de poder' e - além de não irradiar bem algum, não agir de acordo com o eterno Cosmos, não trazer harmonia - apenas propagar escuridão, destruição (inclusive para si mesmo, pois, essa é a Lei da Natureza... (E, sim, essa é Sagrada!)  Onde aquele que planta, colhe! -  Seja a semente que plantar, esse fruto colherá...

     Somos sugestionados, a muito, a compor a "Síndrome da Manada", de forma a viver conforme o querer de outros (massa de manobra), onde se tem a sensação de que "nosso Eu" não tem valor algum e não é Sagrado...  Isso é uma inversão daninha, catastrófica e muito conveniente para uma minoria, bem minoria... Para então ficar assim: sagrada é a opinião dos outros sobre a MINHA vida; sagrados são os governantes, mesmo desgovernando (!), que só governam porque lhes demos esse poder;  sagrados são os que usam a mentira com 'cara' de fantasia para 'tornar belo' o que não é e, talvez, nunca será, pois, a beleza verdadeira vem da alma...; sagrados são os meios de comunicação (alguns) que só divulgam o que lhes é conveniente e sem compromisso com a Verdade (que é Sagrada, hein!? Um espírito vivo, a movimentar o mundo corretamente ao seu destino seja quanto tempo levar...), e, ainda, fica sendo também sagrado todo esse círculo vicioso de inverdades, ilusão, manipulação, e desordem do curso natural... Entretanto, todas essas aberrações do mundo (SIM, Aberrações!) só seriam 'algo sagrado', se tivessem influência na construção direta (no universo) da nossa vinda ao mundo (eu não me lembro de maus governantes ou seres enganadores serem responsáveis por minha vinda à Terra, por exemplo..). Isto está muito acima de mãos terrenas...

     Quanto mais entendermos que o fator externo desse mundo, nesse mundo, não pode e não deve nos influenciar ao ponto de não lembrarmos quem somos ou o que viemos ser; conhecendo, inclusive, a diferença de Ser e de existir, mais saberemos o que é Sagrado, Inviolável, o que há de mais puro... O Sagrado está dentro nós, e, consequentemente, somos nós!  E toda a maravilhosa complexidade da qual somos formados... 

        Contudo, para que o melhor de nós se manifeste, tem que haver comunhão com o nosso íntimo... Claro, que podemos querer melhorar de vida (o chamado Ter, em nós), mas isso não pode ser o principal. Devemos sempre SER!   Por através do conhecimento desta verdade, é que conquistamos o que quer que seja (independendo da opinião alheia, das críticas, dos enganos, dos desmandos, dos desenganos, das mentiras...), onde essa conquista tem início em nós, por nós e para nós... E sempre reencontraremos um motivo, um caminho para prosseguir, e fazer valer a nossa missão, a nossa inspiração; como um rio que se renova sempre e sempre com as forças da natureza, a buscar o seu fluir... 

       O que nos governa realmente é poder, é Sagrado... 
o Lago Azul da Vida em Nós!

"Repara que mesmo que digam não,
O que tem a ver conosco,
É o que dispara o nosso coração...
Percebe que onde outros dizem: desiste!
É onde nosso espírito geme: insiste!
Sobre divinas comissões
não, nunca haverá aberrações
a prevalecer ou deter...
E as viveremos,
Se nos dedicarmos
a nos conhecer, nos perceber."
(Valéria Milanês)

"Eu sou o que posso,
na medida em que me permitem.
Quando posso,
Eu ultrapasso as fronteiras...
Quando não posso,
do meu limite faço arte. 
Sou semelhante ao rio.
Se me barram,
Eu aprofundo..."
(A.D.)

--------------------------------------

Fonte Imagens: Google imagens

12/12/2013

Ninho


"O carinho...
é aconchego,
é ninho 
para corpo, alma 
e coração."
                              (Valéria Milanês)
-------------------------------------

Fonte imagem: Google imagens

12/08/2013

O caminho e a caminhada...



"(...) No decorrer da viagem, Alice encontra muitos caminhos que seguíam em várias direções. Em dado momento, ela perguntou a um gato sentado numa árvore: - Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? 
- Isso depende muito de para onde queres ir - respondeu o gato.
- Eu não sei.
O gato, então, respondeu sabiamente: 
- Sendo assim, qualquer caminho serve."
                                   __Lewis Carroll

        Existem muitos seres indo em direção a lugar nenhum... Existem muitos seres acreditando que não conseguiram alcançar algo por obra do destino, de um Deus mau, de 'coisas da vida', ou de outro alguém; sem nunca notar que O destino de certos caminhos começam já traçados na saída...


       Certas situações só acontecem para mostrar o que, às vezes, é óbvio para uns e para outros precisa de uma caminhada... Caminhos se repetindo e se repetindo, e quem faz esse caminho não vê: anda em círculo em si mesmo.  Ou seja, por mais que outros em redor mostrem um caminho, por mais que mostrem, com sinceridade, a luz, o bem querer, que está em seu coração, o outro não percebe, não acredita, não aceita (e o que é pior: sente em seu íntimo como não-merecedor, não capaz de receber, rejeita no seu interior uma verdade explícita, expressa, escrita, falada, contada, cantada...) e só enxerga algo sutil, uma partícula invisível, alimentada com poder, e está norteando todo o seu caminhar: está perdido sem saber onde quer chegar!
      Na vida, se somos personagens principais de nossa história (e somos!), temos toda e qualquer responsabilidade no que temos, no que fazemos, no que acreditamos...  E muitas vezes, marcamos e decretamos que fatores tais e tais é que 'são os determinantes' em nossa trajetória, mas essa não é toda a verdade... Se repetimos vícios oriundos de medos, de comportamentos negativos, como: desconfiança, descrença etc. diante de novas estórias, diante de novas oportunidades que 'tanto ansiamos', somos nós mesmos a promover o 'boicote contra nós' e o resultado sempre será um só: frustração! (um descaminho...).  E com ela mais motivos para elencar no rol de desconfianças: dor, tristeza... 
      Quantas vezes percebemos pessoas assim: você diz o "A" mais bonito que possa sair do seu coração, como um sonho, uma esperança, um sentimento, e ela diz "Z", no sentido de nem notar o "A" que foi dito, não sente a grandeza de nada..., pois está firmada em suas derrotas pessoais, sem esperanças reais (aquelas que brotam do fundo da nossa Alma) para escrever uma nova história e ser feliz...
      O mundo (dentro de um contexto de equilíbrio) nos dá - em possibilidades e em pessoas, que chegam à nossa vida - tudo quanto é necessário para alcançarmos a plenitude...; fatos e sentimentos importantes, todavia, não enxergá-los, expurgá-los, execrá-los não é resultado de poder que foi dado a outro dentro do nosso viver, mas atos e frutos de uma atitude única (e que se repete continuamente) exercida por aquele que é dono da própria vida, mas tem medo de viver... Preferindo o caminhar conhecido de dores e dissabores ao caminho que, ainda que pareça desconhecido, ainda que pareça o assombroso novo, será realmente o caminho que levará ao encontro de seu verdadeiro ser... 
          A vida, certamente, não vem com manual de instruções, por isso mesmo nossa maior obrigação/condição é viver para conhecer... Só podemos alcançar isto quando formos mais íntimos do permitir...  Precisamos nos permitir, por exemplo, ser amado. Aprender a receber e também doar o bem recebido...  Precisamos permitir mais o caminho que não conhecemos, o caminho que talvez ninguém vá entender, mas é O caminho, vindo do Eu profundo traçado a nos conduzir e nos fazer crescer... E ser... E plenamente viver!
       
"A única forma de chegar ao impossível,
é acreditar que é possível." 

                             __Lewis Carroll

"Por mais que pareça impossível...
Por mais que pareça
algo improvável que aconteça...
Estenda a tua mão,
um sinal real e crível.
Dê a chave do vosso coração
para tudo quanto suspiras...
Perspira... Com emoção!
Não importa que característica tenha,
Não te detenhas...
E perceberás que quem faz
tudo realmente acontecer...
É a tua própria decisão!"
(Valéria Milanês)
--------------------------------------
Fonte: Google Imagens

12/02/2013

Ser ou Não Ser...


    "Ser ou não Ser, eis a questão...?!"
    __Willian Shakespeare (in Hamlet)


Algumas vezes em nosso interior, essa questão grita... A intensidade e o nível de verdade com que escutamos, dependem do que queremos, achamos que podemos ou, enfim, o quão acreditamos que somos...


            Na vida, muito de tudo é uma questão de acreditar, crer: seja na vida, seja em nossa capacidade (com relação e em nossa sociedade - e seus "pontos cegos") e ainda, uma terceira ponta de um trinômio: quanto acreditamos nos outros mais do que em nós mesmos...
       Vivemos em círculos sociais, que ora formamos, ora somos inseridos, e por isso a força, a pressão que a opinião coletiva exerce em nós é inegável.  Entretanto, com o passo do tempo, das coisas vividas, notamos que essa força não pode e não deve ser maior do que a que temos sobre nós mesmos, sobre o quê conseguimos enxergar do mundo, como o percebemos. Pois, não podemos esquecer do fato de que embora vivamos em um mundo coletivo, cada Um possui a sua verdade e, principalmente, a sua missão. Ninguém veio à Terra em vão! 
      Somos parte de um Mover Único Universal, onde essa peculiaridade tem características inefáveis dentro de cada um de nós.  Cada Alma produz e reproduz o delinear do que já vem escrito, impresso, e descrito pela sociedade como vocação ou intuição. Que já começa a dar seus sinais muito antes de alguém lhe dizer o que deve fazer ou não... Continua como cada um exerce seus princípios, suas inspirações...  
        Devemos sim, ter nossos círculos como algo precioso (pois, nos ensinam muito), sem nunca esquecer, contudo, o que temos como opinião. Nosso ser íntimo, que quer se revelar e plenamente Ser, é quem fala conosco antes mesmo de aprendermos o que é e o que não é, diante de alheias limitações.  É ele quem nos diz se somos capazes mesmo quando todos dizem: Não! É sempre ele que nos diz se viemos fazer o que outros não conseguiram, porque não era dàqueles determinada aptidão.
      Muitos se deixam inspirar por fatores externos, opiniões alheias e até enganos  criados para 'sossegar o nossa própria comunhão', mas o fruto não será real, será algo como ter uma plantação em terras de outros; como ser escravo de outra visão...  
       Se quisermos podemos enxergar nossa existência assim: como 'Fruto de uma Explosão'... Porém, mesmo sendo fruto da mesma, somos partículas únicas, onde cada uma deve exercer sua função, sob pena de não haver mais nada concreto, tudo perdido, sem dimensão!  Ser ou não Ser, só é uma questão dominante para aqueles que entorpecem o coração...!


"Quando abro a porta de uma nova 
 descoberta já encontro 
Deus lá dentro."

                                 __Albert Einstein
           
"Ser ou não ser...
Muitas coisas jamais hão de ser...
Não porque não possam ser,
por não haver espaço para que sejam...
O que vem a ser,
renova o antigo ser,
Motivo de  medos 
para quem acostuma a não ser...
Outras, querendo ou não, serão!
Sendo resultado de tudo
o que já está sendo...
com boas sementes ou não;
Então, até mesmo para ser
é preciso plantar e colher
Ou render-se às que já são..."
                            (Valéria Milanês)

------------------------------

Fonte imagem: Googe imagens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...